sexta-feira, 15 de outubro de 2010

BOLÍVIA- fronteira



































Vivi uma cultura diferente, com coisas até engraçadas por demais...
Viver na fronteira entre dois países é uma grande aventura...
Como não tenho dificuldade para a alimentação, tudo me vai bem...
Muitas vezes me senti distante demais de tudo e de todos...
Experimentei o "atraso de vida"... vejam que tipo de ônibus nos leva à cidade de Ribeira Alta, por exemplo...
Quando me ia preparando para avançar mata adentro... rumo à La Paz, tive que voltar...
Foram meses inesquecíveis de grande dor no peito, senti o que é a solidão, corta o coração da gente...
Só eu sei... a dor que por lá vivi...
Foi um tempo por demais cruel em todos os sentidos...
Me senti reclusa do mundo e de mim... Exilada, verdadeiramente!!!
Em tudo, porém, demos graças!!!
O Deus que me permitiu ir por lá, me fez retornar... de volta para outra Missão: a de mãe e avó!!!
Foi um tempo de grande dor e pesar, daí que resolvi postá-lo de lilás...

Confiram,por gentileza, meu post anterior sobre Missão:
http://espiritual-idade.blogspot.com/2009/10/missao-e-espiritualidade.html






2 comentários:

  1. Oi, Rô.
    Finalmente podemos ler alguma coisa sobre esse período.
    Viver fora do país é uma experiência marcante para todos. A comparação é inevitável com nosso próprio país, mas é a vida em si que mais se torna profunda.
    Bjs.

    ResponderExcluir
  2. Olá,
    Minha visita hoje é em prol de um assunto especial. Postei lá no Canteiros o Caso Joanna Marcenal, mais um dos casos de impunidade nesse nosso país.
    Conto com a sua ajuda para nos ajudar a divulgar. Se puder traga o selinho para seu blog.
    Em breve vamos organizar uma blogagem coletiva.
    Conto com você.
    Meu abraço.

    ResponderExcluir

Deixe aqui seu ardor missionário.