domingo, 4 de dezembro de 2016

Deus da Minha Conversão


(Mt 3,1-12)

Senhor, preciso de muita conversão sobretudo para perdoar a quem me ofende e que eu perdoe a quem eu ofendo também... na mesma proporção...
É uma máxima da nossa religião... senão, tudo será em vão...
Eu creio no seu Poder na minha transformação...
Nesta Novena de Natal, estou preparando um caminho mais reto e edificante...
Conto com sua Graça Restauradora...
A exemplo de João Batista, que fazia seu jejum e penitências para preparar sua vinda, quero eu, com o auxílio da vossa ajuda , ser igualmente fiel e com capacidade de empenhar-me em tal Caminho estreito e, muitas vezes, doloroso...
Não há outro caminho, meu Deus!



Muitas vezes, sou apenas uma cobra venenosa, não mais...
Sou dura como uma pedra enorme... não quero ser jogada fora do seu Coração Santo... Apiede-se dessa sua filha ingrata, por caridade...
Mesmo não sendo digna, quero pedir-Lhe humildemente compaixão para eu seguir em vossos caminhos...
O Senhor é muito mais forte do que todo meu pecado e ingratidão... eu creio nisso!
Que eu não seja a próxima a ser recolhida na sua pá como um  lixo qualquer...
Que eu aceite sua Cruz, a exemplo de Maria Santíssima, meu Senhor e meu Deus!
Que o Fogo do seu Santo Espírito mude todas minhas atitudes!
Obrigada, desde já...

quinta-feira, 24 de novembro de 2016

Catedral de Brasília









Façam todo o esforço para conservar a unidade do Espírito pelo vínculo da paz. 
Efésios 4:3